3 meses para o Natal ūüéÖ: qual a import√Ęncia da data para o mercado brasileiro?

M√£os femininas segurando sacolas de compra com tem√°tica natalina. Vermelho e dourado s√£o as cores predominantes.

3 meses para o Natal ūüéÖ: qual a import√Ęncia da data para o mercado brasileiro?

Texto original do Blog de Resultados Digitais, por Flaubi Farias

Todos os anos, a cena √© a mesma: na pen√ļltima semana de dezembro vemos os shoppings lotados de pessoas correndo para comprar presentes de Natal de √ļltima hora.

Isso nos d√° dois indicativos.

O primeiro mostra como essa data movimenta o mercado. As imagens de estabelecimentos lotados representam a import√Ęncia do per√≠odo natalino para o com√©rcio. E, embora sejam gravadas em lojas f√≠sicas, espelham um pouco do que ocorre tamb√©m no mundo virtual.

O segundo √© que √© incr√≠vel como muitas pessoas deixam para fazer compras na √ļltima hora, ainda que saibam que o Natal vai chegar e que enfrentar√£o as mesmas filas de todos os anos.

Mas, se voc√™ tem uma empresa, deixar para se preparar na √ļltima hora significa n√£o aproveitar a melhor data comemorativa do ano para o com√©rcio brasileiro. Se voc√™ ainda n√£o est√° pensando em como vender mais no Natal, saiba que deveria estar fazendo isso desde agora.

Neste post, saiba qual √© a import√Ęncia do Natal para o mercado e saiba por onde come√ßar sua estrat√©gia.

O Natal é a melhor data para o mercado brasileiro

N√£o apenas a melhor data. √Č a melhor disparada!

O faturamento do per√≠odo natalino para e-commerces em 2016 foi de R$ 7,7 bilh√Ķes, muito acima do segundo lugar ‚ÄĒ a¬†Black Friday, com R$ 1,9 bilh√£o. Al√©m disso, foi registrado um crescimento de 4% em rela√ß√£o a 2015.

Os dados s√£o do Ebit. A empresa especializada em informa√ß√Ķes sobre com√©rcio eletr√īnico considera como per√≠odo natalino todas as vendas de bens de consumo realizadas em lojas virtuais entre 15 de novembro e 24 de dezembro.

A procura por produtos e servi√ßos no Natal √© t√£o grande que at√© mesmo as empresas que n√£o fazem campanhas conseguem vender. Para se ter uma ideia, ainda em 2016 o volume total de pedidos online fechou em 16,6 milh√Ķes de encomendas.

Isso significa que provavelmente sua empresa vai vender no Natal mesmo que você fique de braços cruzados.

Contudo, se fizer um mínimo de esforço para entrar no clima natalino, pode elevar o seu faturamento a outro nível.

Por isso, deixo a pergunta: você quer lucrar pouco ou aumentar de verdade sua receita no fim do ano?

A maioria dos consumidores (para n√£o dizer todo mundo) compram presentes de Natal

Diferentemente de comemora√ß√Ķes como¬†Dia das Crian√ßas,¬†Dia dos Pais¬†e¬†Dia dos Namorados, essa √© uma data muito mais ampla.

Todo mundo compra presente de Natal.

Da mesma forma, toda empresa pode vender no Natal. Isso porque a festa se dá não só pelos presentes, mas pela ceia, decoração, dentre outros, o que movimenta diversos mercados, ainda que indiretamente.

Como falamos acima, foram 16,6 milh√Ķes de encomendas. E isso apenas referente aos produtos comprados em lojas virtuais.

Outro ponto que ajuda √© a quest√£o do calend√°rio. O Natal coincide com o recebimento do 13¬ļ sal√°rio, e muitas pessoas usam parte desse benef√≠cio para a compra de presentes.

√Č um incentivo a mais que o consumidor tem para presentear amigos e familiares.

As categorias mais vendidas no Natal em 2016

Ainda de acordo com o monitoramento do Ebit, no Natal de 2016 as categorias mais vendidas em volume de pedidos foram:

  • – Eletrodom√©sticos;

  • – Moda e acess√≥rios;

  • – Telefonia e celulares;

  • – Cosm√©ticos e perfumaria;

  • – Casa e decora√ß√£o.

 

Isso significa que só essas categorias funcionam? De maneira alguma!

Refor√ßando o que dissemos no in√≠cio do texto, o Natal √© a data mais ‚Äúdemocr√°tica‚ÄĚ do com√©rcio brasileiro.

√Č uma data em que n√£o importa se o consumidor √© solteiro ou casado, adulto ou adolescente, pai ou m√£e. Todo mundo (ou quase, para n√£o generalizar tamb√©m) participa de campanhas de Natal e compra ou recebe presentes de familiares, amigos e colegas de escrit√≥rio.

Portanto, seja qual for o segmento de sua empresa, é bom criar uma campanha de Natal para fechar o ano no verde.

Black Friday + Natal: dá pra fazer uma ação conjunta?

O período de Natal é bem longo e já começa, como falamos acima, no dia 15 de novembro.

No meio do caminho, está a segunda data mais importante do comércio brasileiro: a Black Friday.

Muitas pessoas aproveitam as ofertas da Black Friday para comprar presentes de Natal.

Então, é recomendado que você pense nas duas datas como aliadas.

Uma ideia boa é começar a executar as campanhas de Black Friday enquanto você planeja o Natal. E, assim que acabar o período, já começar a executar sua estratégia para o 25 de dezembro.

Voc√™ pode ser criativo e criar campanhas combinadas, oferecendo seus produtos ou servi√ßos com √≥timo desconto e como uma √≥tima op√ß√£o de compra para o Natal. Algo como: ‚Äúeconomize em suas compras de Natal durante a Black Friday‚ÄĚ.

Mas não é muito cedo para pensar no Natal?

Acompanhe o gr√°fico do¬†Google Trends¬†abaixo. √Č uma an√°lise de tend√™ncia para a busca por ‚Äúpresentes de Natal‚ÄĚ nos √ļltimos 12 meses.

 

A curva mostra que a partir do final de outubro as pessoas começam a pesquisar mais sobre a palavra-chave no Google.

Isso comprova que n√£o √© cedo para come√ßar a pensar nas suas a√ß√Ķes de Natal.

Para ficar √† frente da concorr√™ncia, comece j√° a pensar nas ofertas, nas p√°ginas dedicadas √† data e no conte√ļdo que voc√™ vai produzir.

Se voc√™ come√ßar agora a criar conte√ļdo sobre dicas de presentes de Natal voltadas ao seu segmento, poder√° colher em breve esses frutos.

A Netshare pode ajudar a sua empresa a faturar ainda mais no Natal

Contar com os serviços de uma agência de comunicação e marketing criativo como a Nethshare, que olha para cada cliente e segmento com dedicação, pode fazer toda a diferença nas vendas de Natal da sua empresa. Vamos tomar um café e conversar, sem compromisso, sobre o que você espera e como podemos te ajudar nessa?

Entre em contato e saiba como aumentar as vendas de sua empresa:

 

Texto original do Blog de Resultados Digitais, por Flaubi Farias РEdição: Loyce Policastro/Netshare Marketing Criativo

 

Posts Relacionados