Consumo de vídeo na internet cresce 90% em três anos

fb_video

Consumo de vídeo na internet cresce 90% em três anos

O consumo de vídeo no Brasil vem mudando de forma drástica. É o que afirma uma matéria publicada pela Meio & Mensagem na última quarta-feira (13/9). A conclusão foi obtida por um levantamento inédito desenvolvido pela Provokers para Google e Meio & Mensagem.

Pesquisa de vídeo Meio & Mensagem

Foto: Reprodução/Meio & Mensagem

O levantamento coletou informações durante o mês de julho de uma amostragem que representa 1.500 participantes de todas as regiões do Brasil. Dentre as principais conclusões está o fato de que 86% dessas pessoas assistiram vídeos on-line ao menos uma vez por mês.

A pesquisa também identificou que as pessoas já assistem quantidades de tempo equivalentes na TV e na internet: 22,6 horas no formato tradicional e 15,4 horas na web. Do total, 84% usam um smartphone para assistir vídeos, e 57% preferem este tipo de aparelho para assistir vídeos. Entre aqueles que têm uma smartTV, 68% declaram assistir o YouTube neste device. Ainda de acordo com o levantamento, em apenas três anos, o consumo de vídeo na web cresceu 90,1%. No mesmo período, o consumo de TV cresceu 3,1%.

Pesquisa de vídeo Meio & Mensagem

Foto: Reprodução/Meio & Mensagem

A maioria, 83%, assistem vídeos na web para ver conteúdos que não estão disponíveis na TV. Os consumidores chegaram ao momento onde desejam assistir conteúdos de seu próprio interesse. 87% dos brasileiros declaram estar conectados à web enquanto a TV está ligada. Na percepção dos consumidores, o YouTube, que chegou a 103 milhões de usuários no Brasil, é associado a ocasiões como “quando quero ver assuntos que amo”, “quando eu quero aprender sobre algo“ e “quando quero rir, me divertir”.

Fonte: Meio & Mensagem / Edição: Loyce Policastro

Posts Relacionados