Experiência do usuário: entenda por quê você precisa se preocupar com esse conceito

experiência de usuario

Experiência do usuário: entenda por quê você precisa se preocupar com esse conceito

Você já ouviu falar em experiência do usuário? Esse conceito nunca foi tão difundido quanto hoje e existem boas razões para isso. Já que os consumidores passam cada vez mais tempo no ambiente digital, é natural que busquem formas mais simples e agradáveis de realizar suas tarefas diárias.

Isso quer dizer também que as marcas que não se preocuparem em oferecer boas experiências de navegação em seus sites e blogs vão perder espaço na busca pela atenção dos clientes. Por isso, é importante saber o que está envolvido na experiência do usuário e de que formas você pode usar esse recurso para atrair clientes e fidelizar os atuais.

O que é experiência do usuário?

A experiência do usuário diz respeito a como a pessoa se sente ao navegar pelo seu site, blog, aplicativo ou qualquer outro canal on-line. Note que isso vai além da eficiência, ou seja, com que facilidade a pessoa consegue completar as tarefas. É claro que isso afeta a experiência, como um todo, mas é apenas uma parte do que deve ser levado em conta. Em alguns casos, pode ser que o usuário consiga concluir todas as tarefas de maneira relativamente rápida, ou acessar as informações que busca, mas se sinta pressionado ou frustrado durante o processo.

Por conta desse componente emocional, nem sempre é fácil entender exatamente como está a experiência do usuário, mas existem vários mecanismos e técnicas que ajudam bastante.

Conheça os 5 pilares da experiência do usuário

Muito se discute sobre o que compõe a experiência do usuário. Esse é um assunto que pode ser explorado de forma muito mais ampla, já que existem diversos artigos e até livros sobre ele.

Mas, agora, vamos focar em 5 pilares que, se seguidos corretamente, vão permitir que você crie projetos desejáveis, úteis e fáceis de usar. Veja quais são eles:

1. Estética

A estética, certamente, não é o elemento mais importante, tampouco o único, da experiência do usuário, mas é sim um dos pilares quando a consideramos. Por quê?

A primeira impressão serve para dar uma noção de como vai ser o restante da experiência. Sendo assim, uma interface atrativa já fortalece a confiança do usuário de que a navegação vai ser boa.

2. Usabilidade

É fundamental para complementar a estética, ou seja, para fazer com que o visual não seja apenas bonito, mas também funcional.

A usabilidade define com que facilidade e eficiência os usuários conseguem navegar pelo site ou app. Quanto melhor ela for, maior a probabilidade de a sua persona ficar satisfeita com a experiência.

3. Arquitetura de informação

A arquitetura de informação trata de como as informações são organizadas em uma página. Em outras palavras, o trabalho de AI bem-feito é aquele que coloca as informações mais importantes em destaque e direciona a atenção dos usuários para os lugares certos na página. Sem isso, a interface pode ser bonita e fácil de usar, mas não levarão a conversões.

4. Fluxos de interação

Os fluxos de interação são como um mapa dos diferentes caminhos que o usuário vai percorrer ao usar o seu produto. Assim, a pessoa sempre vai saber onde está e quais são os próximos passos que ela pode tomar durante a navegação.

Isso ajuda os usuários a se localizar e ter bem em mente as possibilidades que o produto oferece, ao invés de se sentirem perdidos e procurar por recursos que não existem.

5. Conteúdo

O conteúdo é fundamental para a boa experiência do usuário. Pense, por exemplo, em um site institucional que conta com todos os outros pilares, mas peca pela falta de conteúdo relevante.

O usuário não vai ter uma boa experiência e vai sair da página (provavelmente para nunca mais voltar). Quando é bem usado, por sua vez, o conteúdo dá instruções práticas e informações úteis que ajudam a enriquecer ainda mais essa experiência.

Para isso, é preciso planejamento e estratégias

E a Netshare pode fazer tudo isso pela sua marca. Com uma equipe de comunicadores e publicitários criativos, levantamos as principais necessidades e metas do seu negócio e atendemos especificamente cada uma dessas necessidades.

 

Fonte: Marketing de Conteúdo / Edição: Loyce Policastro – Netshare Marketing Criativo

Posts Relacionados