Outubro Rosa: Principais sintomas do câncer de mama e como detectar a doença

cancer_de_mama

Outubro Rosa: Principais sintomas do câncer de mama e como detectar a doença

(Foto: Reprodução Internet)

O câncer de mama segue atingindo milhares de mulheres por aí e corresponde a cerca de 25% dos novos casos de câncer a cada ano. Não há como ignorar o poder devastador da doença na vida do paciente e de sua família. Por esse motivo, é preciso falar sobre o câncer de mama, tirar todas as dúvidas que possam existir sobre o tema e ficar alerta. Confira detalhes e saiba reconhecer algo de anormal em seu corpo!

Sinais e sintomas

Ninguém melhor do que a própria mulher para conhecer seu corpo e conseguir reconhecer algo de errado. Mas, para isso, é preciso criar a consciência do quão importante é se tocar, criando a oportunidade de descobrir casualmente pequenas alterações mamárias. Segundo o Instituto Nacional de Câncer, o INCA, os principais sinais e sintomas da doença são:

– Pequenos nódulos na região embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço;

– Caroço (nódulo) fixo, endurecido e, geralmente, indolor;

– Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja;

– Alterações no bico do peito (mamilo);

– Saída espontânea de líquido dos mamilos.

Encontrou um ou mais destes sinais em você? Procure imediatamente um médico para um diagnóstico preciso do seu caso.

Como detectar

Você sabia que a maior parte dos casos deste tipo de câncer é descoberto pelas próprias mulheres? Quando detectado em fases iniciais, o câncer de mama tem grandes chances de ser tratado de forma eficaz, alcançando a cura.

Além de fazer o autoexame com frequência, é recomendado que mulheres com idade entre 50 e 69 anos façam uma mamografia de rastreamento a cada dois anos, que pode ajudar a identificar o câncer antes mesmo que os sintomas apareçam.

Em especial, mulheres com risco elevado para o aparecimento da doença devem conversar com seu médico para traçar um acompanhamento mais detalhado.

Na próxima semana, você confere um pouco mais sobre os exames que podem ajudar no diagnóstico do câncer de mama e suas diferenças. Aguardem! 😉

Texto: Mayara Castro/Jornalista na Netshare Marketing Criativo

Posts Relacionados